Tom Brady e Rob Gronkowski x Victor Cruz e Eli Manning

Por Brunno Kono e Murilo Borges

Dois quarterbacks em ótima fase e dois grupos de recebedores distintos, porém, ambos muito perigosos. O Super Bowl deste domingo marca o reencontro de Tom Brady e Eli Manning na decisão do futebol americano. O primeiro continua como um dos melhores da posição na história da NFL. O segundo faz sua melhor temporada até aqui e pode conquistar seu espaço em definitivo entre os grandes se vencer o seu segundo título.

Outro confronto que tem tudo para ser muito interessante é quem possui o melhor grupo de recebedores? Os Patriots com os dois tight ends Rob Gronkowski e Aaron Hernandez, ou os Giants com o trio de wide receivers Victor Cruz, Mario Manningham e Hakeem Nicks? Gronkowski não deve ir para o campo 100% devido a uma lesão sofrida na final da AFC, mas ainda assim, é uma grande ameaça. Veja a análise dos ataques abaixo.

LEIA TAMBÉM:
 Duelo de técnicos: Bill Belichick x Tom Coughlin
– Veja a cobertura completa do ExtraTime para o Super Bowl

QUARTERBACKS

New England Patriots
Nome:
Tom Brady
Apesar de ser escolhido apenas na sexta rodada do Darft de 2000 da NFL, Tom Brady brilhou na liga desde sua primeira temporada como titular, quando ganhou o Super Bowl. Ele tem três anéis, vários recordes e pode tornar-se o maior da história se vencer essa final contra os Giants. Nessa temporada mais de 400 passes completos, 5.235 jardas lançadas, 39 touchdowns, apenas 12 interceptações e rating de 105.6. Este foi Tom Brady em 2011/12 que conduziu o New England Patriots ao título da AFC e chega no Super Bowl com quinze vitórias e três derrotas. Leia mais aqui.

New York Giants
Nome:
Eli Manning
Muito criticado no início de carreira e sempre comparado ao irmão mais velho ao longo dela, Eli Manning deu a volta por cima nesta temporada. O camisa 10 se mostrou decisivo, principalmente no último quarto, e mesmo quando o time não consegue estabelecer o jogo corrido, ele chama a responsabilidade e vence as partidas. O jogador vem de duas belas vitórias fora de casa (Green Bay e San Francisco) e chega ao Super Bowl com o mesmo status que Tom Brady – e não mais um “azarão”. Manning pode liderar campanhas de 80 jardas em um minuto e meio com tranquilidade se for preciso. Leia mais aqui.

Quem leva a melhor?
Tom Brady vence esse confronto e dá a vitória aos Patriots no quesito. Afinal, são três títulos de Super Bowl, vários recordes na NFL e ainda é casado com uma das mulheres mais desejadas do mundo, a top model brasileira, Gisele Bündchen. Eli só é melhor do que Brady na posição em que foi escolhido no Draft.

LINHA OFENSIVA

New England Patriots
Nomes: 
Dan Connolly, Nate Solder, Logan Mankins, Matt Light e Brian Waters
Possivelmente serão os grandes responsáveis pelo resultado final do Super Bowl 46. O duelo com a ótima linha defensiva dos Giants promete ser feroz e decisivo para o confronto. Se Tom Brady tiver tempo para lançar a bola, o ataque dos Patriots dificilmente marcará menos de 30 pontos. A linha ofensiva dos Patriots ganhou como a melhor da NFL no ano de 2010. Nessa temporada, o trabalho na trincheira não foi dos melhores por conta da fraca produção do ataque terrestre dos Patriots. Tom Brady foi sacado 32 vezes, nono na estatística da NFL, e foi pressionado em 71 oportunidades.

New York Giants
Nomes: 
David Baas, Chris Snee, Kareem McKenzie, David Diehl e Kevin Boothe
A linha ofensiva dos Giants tem um papel fundamental pela frente. Além de proteger o quarterback, ela também precisa abrir caminho para os running backs, justamente para tirar um pouco da pressão em cima de Manning. Contra os 49ers, o ataque corrido não funcionou e o resultado foi Eli lançando 58 passes – isso não pode acontecer. Durante a temporada, a linha cedeu 28 sacks para os adversários, a 7ª melhor marca da NFL. No quesito de pancadas no QB, foram 72 tackles em Manning – 13° melhor marca da NFL, um a mais que os Patriots.

Quem leva a melhor?
A disputa entre as linhas ofensivas é dura. Possivelmente seria um empate entre elas já que nem a dos Giants, tampouco a dos Patriots  estão entre as melhores da liga. Mas pelo desempenho nos Playoffs e pelo título de melhor linha ofensiva da temporada passada, vitória para New England.

RUNNING BACK

New England Patriots
Nomes: BenJarvus Green-Ellis, Kevin Faulk e Stevan Ridley
Os Patriots foram apenas o vigésimo time que mais ganhou jardas correndo na temporada. Foram 1.764 jardas e, apesar dos 18 touchdowns, na maioria das vezes cabia a Tom Brady o crédito das campanhas que resultaram nos sete pontos para New England.

New York Giants
Nomes:
Ahmad Bradshaw e Brandon Jacobs
A equipe foi a pior da NFL durante a temporada regular em jardas terrestres conquistadas (1.427), mas é bom não subestimar a dupla de running backs Ahmad Bradshaw e Brandon Jacobs. Juntos, eles marcaram 16 touchdowns e se complementam por possuírem portes físicos diferentes. Bradshaw é mais ágil e pode ser uma boa opção de passe caso não haja um recebedor livre. Maior e mais pesado (1,93 metros e 120 quilos), Jacobs entra em situações na qual será preciso quebrar tackles – dificilmente um jogador da secundária para o camisa 27, tem que ser um linebacker.

Quem leva a melhor?
Apesar dos dois fraquíssimos ataques terrestres, melhor para os Giants. Jacobs e Bradshaw, melhores amigos um do outro, são mais talentosos que Faulk e Green-Ellis. Além disso, representam em campo um maior dinamismo e possibilidade de jogadas por terem características diferentes.

TIGHT ENDS

New England Patriots
Nomes
Rob Gronkowski e Aaron Hernandez
Sem a menor sombra de dúvida esta é a melhor dupla na posição de toda NFL. Ambos jovens, grandes, rápidos e atléticos, são a grande alternativa ofensiva dos Patriots. Juntos somaram 2.237 jardas e 24 touchdowns, para ter uma noção do feito, apenas nove times da NFL fizeram mais de 24 touchdowns aéreos nessa temporada.

New York Giants
Nomes:
 Jake Ballard, Bear Pascoe e Travis Beckum
Os tight ends podem ser uma opção de passe para Manning, mas nem de longe representam uma série ameaça. Basta observar os dados: os três jogadores da posição acumulam 55 recepções, 833 jardas e cinco touchdowns. Ballard deve iniciar a final como titular.

Quem leva a melhor?
Não tem o que analisar. Vitória fácil para Gronkowski e Hernandez que formaram a melhor temporada de tight ends da história da NFL.   A única dúvida é em quais condições de jogo Gronkowski estará neste domingo, uma vez que o jogador não treina desde a final da AFC, quando saiu de campo com uma lesão no tornozelo.

WIDE RECEIVERS

New England Patriots
Nomes
: Wes Welker, Deion Branch, Chad Ochocinco, Julian Edelman
Possivelemente são os piores wide receivers dos últimos anos nos Patriots. Exceção feita, é óbvio, a Wes Welker, que liderou a NFL com 122 recepções e 1.569 jardas nesta temporada. Ochocinco e Branch já não são mais aqueles bons recebedores de anos atrás e Edelman teve apenas quatro recepções na temporada 2012. Apesar disso, quem lança a bola é Tom Brady o que deixa tudo mais fácil para os recebedores de New England.

New York Giants
Nomes:
Victor Cruz, Mario Manningham, Hakeem Nicks
Eis a grande arma dos novaiorquinos. Em situações de passe, New York tem 18 jogadas para um ganho superior a 40 jardas (recorde na NFL) e 67 jogadas para um ganho superior a 20 jardas (5° melhor marca da liga). O grande alvo de Manning é o jovem Victor Cruz, que está apenas em sua segunda temporada. Autor do touchdown mais longo na história do futebol americano (99 jardas), o camisa 80 tem feito recepções de todas as formas possíveis. Embora não tenha feito nenhum TD nos playoffs, é a principal arma dos Giants quando o assunto é conquistar a primeira descida. Além do “salsa boy”, Eli também tem outros dois ótimos recebedores a sua disposição: Mario Manningham e Hakeem Nicks. A atenção da secundária dos Patriots vai estar voltada para Cruz, mas tudo que Manning precisa é um descuido para lançar o passe para os outros dois jogadores.

Quem leva a melhor?
Vitória dos Giants no clima da salsa de Victor Cruz. São três ótimos recebedores que estão em sintonia com o quarterback Eli Manning. Por mais que do outro lado tenha o melhor recebedor da NFL nos últimos anos, Wes Welker, três são melhores que um.