Gostkowski e Tynes podem definir o campeão do Super Bowl

Por Brunno Kono e Murilo Borges

Quando o assunto é NFL, seja no bar, no trabalho ou em casa, sempre se fala dos quarterbacks que lançam dezenas de touchdowns, corredores que quebram os tackles, grandes recepções dos recebedores, sacks e interceptações, mas os especialistas raramente são lembrados. A lembrança do torcedor costuma acontecer quando eles vencem ou entregam as partidas – o que aconteceu nas últimas finais da AFC e NFC.

O New England Patriots vencia os Ravens por três pontos, eis que Billy Cundiff, kicker do Baltimore, entrou em campo para um chute fácil de 31 jardas que levaria a partida para a prorrogação. Resultado: bola fora do Y e classificação do time de Tom Brady para o Super Bowl 46. Com os Giants, não foi muito diferente. Na prorrogação, o retornador dos 49ers, Kile Williams, foi retornar o punt, mas sofreu o fumble que devolveu a posse de bola para New York, convertida em um fácil field goal de Lawrence Tynes.

Vale a pena lembrar, se você não é torcedor dos Chargers, que a franquia de San Diego terminou a temporada 2010 da NFL com o melhor ataque e a melhor defesa da liga. Campeões do Super Bowl? Nada disso, o time não se classificou para os playoffs devido aos diversos erros dos especialistas. Tão importante quanto o ataque e a defesa, a equipe de especialistas pode definir o jogo deste domingo. Veja abaixo a análise sobre os especialistas dos Giants e Patriots.

LEIA TAMBÉM:
 Duelo de técnicos: Bill Belichick x Tom Coughlin
Leia análise das defesas dos Patriots e do New York Giants
 Leia análise dos ataques dos Patriots e do New York Giants
– Veja a cobertura completa do ExtraTime para o Super Bowl

ESPECIALISTAS

New England Patriots
Stephen Gostkowski e Zoltan Mesko, kicker e punter, tiveram uma temporada bem sólida e não devem comprometer durante o Super Bowl, pelo contrário. Os Patriots tem a quarta melhor posição de campo para campanhas da NFL depois dos kickoffs. Mesko tem permitido, em média, apenas 8.5 jardas de retorno nos seus punts e nenhum touchdown. Enquanto Gostkowski acertou 28 dos 33 field goals tentados na temporada, sendo o mais longo de 50 jardas. Se continuar com esse bom aproveitamento, os especialistas ajudarão muito a defesa dos Patriots contra o explosivo ataque do New York Giants. Edelman, o retornador de punts de New England, embora não tenha feito uma grande temporada conseguiu retornar um punt para touchdown em novembro, contra o Kansas City Chiefs.

New York Giants
Lawrence Tynes chega com moral para o Super Bowl depois de chutar o field goal vencedor na final da NFC – por mais que tenha sido uma cobrança em uma distância curta. Os especialistas, a exemplo do que fizeram no confronto com os 49ers duas semanas atrás, têm um papel fundamental neste domingo. Os dois chutadores, Tynes e Steve Weatherford, precisam deixar Brady e os Patriots na pior posição de campo possível nos inícios de campanha. O kickoff do camisa 9 viaja em média 64,5 jardas por chute, três jardas abaixo da melhor marca da NFL, enquanto o punt de Weatherford tem uma média de alcance de 45,7 jardas – apenas a 13° melhor da liga. Os retornos ficam por conta do defensive back Will Blackmon e do wide receiver Devin Thomas. New York retornou apenas um chute para mais de 40 jardas – preocupante.

Quem leva a melhor?
Apesar do time de especialistas dos Giants possuir um maior crédito pela presença da franquia no Super Bowl, forçando o fumble de Kyle Williams, a vantagem aqui fica com o New England Patriots.