Patriots encaram os Giants neste domingo no Super Bowl

Patriots encaram os Giants neste domingo no Super Bowl

A história do New England Patriots começa em novembro de 1959, quando o empresário Billy Sullivan foi presenteado com a oitava franquia da American Football League (AFL). Sullivan havia feito um pedido para a NFL no mesmo ano, mas a liga não o conferiu uma equipe, pois todos os cinco times que já haviam se instalado em Boston acabaram falindo ou se movendo da cidade.

Com o nome de Boston Patriots, o time disputou as dez temporadas da AFL e chegou à final em 1963, mas perdeu para o San Diego Chargers por 51×10. A grande curiosidade desses dez anos da AFL é que os Patriots não tinham um estádio, então usaram vários estádios da região como casa.

Logo após a unificação da NFL com a AFL (acontecida em 1970), os Patriots se mudaram para Foxborough, cidade que fica a 34km de Boston, e também mudaram de “Boston Patriots” para “New England Patriots”. Na década de 70 o time chegou duas vezes aos playoffs, mas não passou da primeira fase em nenhuma das ocasiões.

LEIA TAMBÉM:
– Veja a cobertura completa do ExtraTime para o Super Bowl

Os Pats só voltaram aos playoffs em 1985, mas a volta veio em grande estilo. O time de New England chegou ao Super Bowl, mas acabou derrotado pelo Chicago Bears. No ano seguinte, o time foi aos playoffs novamente, mas foi eliminado na primeira rodada. As temporadas seguintes foram difíceis, incluindo três mudanças de donos em sete anos e com um 1990 horrível: apenas uma vitória em dezessete jogos.

Em 1992, James Orthwein comprou a franquia, mas vendeu apenas dois anos depois para o atual dono, Robert Kraft. Apesar de ficar tão pouco tempo no comando, Orthwein fez uma mudança extremamente significativa na história dos Patriots. A logomarca do clube foi alterada e as cores principais trocadas: de vermelho e branco para azul e prateado, que permanecem até hoje. Na década de 90 foram quatro aparições nos playoffs, incluindo uma viagem ao Super Bowl em 1996, onde os Patriots foram derrotados pelos Packers, por 35 a 21.

Em 2000, Bill Belichick assumiu o clube e logo em seu segundo ano já levou o Patriots a seu primeiro Super Bowl, vencendo o St. Louis Rams por 20 a 17. O sucesso prosseguiu nas próximas temporadas, onde os Pats conquistaram mais dois títulos da liga. O de 2003 veio com um triunfo sobre o Carolina Panthers, 32 a 29, enquanto o de 2004 veio com uma vitória por 24 a 21 em cima do Philadelphia Eagles.

Em 2007, os Patriots terminaram a temporada regular invictos, sendo o primeiro clube a conseguir esse feito desde que a NFL aumentou o número de jogos da temporada para dezesseis. Mas a chance da temporada perfeita acabou com uma derrota para o New York Giants no Super Bowl.

ESTÁDIO

Gillette
O Gillette Stadium foi inaugurado em 2002 e tem capacidade para 68.756 pessoas. A Kraft Sports Group, empresa de Robert Kraft (dono dos Patriots), é a dona e a operadora do estádio, que custou US$ 325 milhões para ser construído. O estádio também é utilizado pelo New England Revolution, da MLS. O Gillette fica na cidade de Foxborough e foi contruído ao lado do Foxboro Stadium, que deu lugar a um shopping.

Estádios do passado: Nickerson Field (1960 a 62), Fenway Park (1963 a 68), Alumni (1969), Harvard (1970) e Foxboro (1971 a 2001).

ÍDOLO

John Hannah (left guard, 1973-1985)
Hannah foi recrutado pelos Patriots em 1973 e fez toda a sua carreira pelo New England. Rápido e forte, o guard perdeu apenas cinco jogos em suas treze temporadas na NFL. Hannah foi ao Pro Bowl nove vezes e foi eleito o homem de linha ofensivo do ano por quatro vezes seguidas. Em 1991, ele entrou para o Hall da Fama do futebol americano profissional e oito anos depois, ele também foi eleito para a versão universitária.

Outros ídolos: Nick Buoniconti (linebacker, 1962-1968), Mike Haynes (cornerback, 1976-1982), Andre Tippett (linebacker, 1982-1993) e Tom Brady (quarterback, 2000-).

NOME

Quando Billy Sullivan recebeu a franquia da AFL, ele pediu que as pessoas de Boston sugerissem nomes para a equipe. A proposta mais indicada foi “Patriots”, devido à importância da cidade para a independência dos Estados Unidos. Entre as figuras políticas importantes que nasceram em Boston, estão Benjamin Franklin, John F. Kennedy e Malcolm X. O time se chamou Boston Patriots em suas primeiras décadas, mas, com a mudança para Foxborough, adotou New England como forma de se colocar representante de toda a Nova Inglaterra (estados de Vermont, Maine, New Hampshire, Connecticut, Massachussets e Rhode Island).

TORCIDA

Os Patriots fazem menos sucesso que os Red Sox em Boston, mas o fato de serem sediados em Foxborough faz com que várias pessoas saiam de Providence (estado de Rhode Island) para torcer para o clube na cidade, já que a distância é de apenas 32 km. Além disso, os Pats ainda atraem torcedores de todos os estados da área conhecida como Nova Inglaterra. Uma tradição presente no Gillette Stadium é a salva de tiros dada por pessoas vestidas de “minutemen”, que eram milicianos que participaram da Guerra da Independência dos Estados Unidos.

RIVAIS

O New York Jets é o rival mais tradicional. As duas equipes carregam consigo a rivalidade histórica entre Nova York e Boston, além de dividirem a mesma divisão na Conferência Americana (o que leva as equipes a constantemente brigarem entre si por vagas nos playoffs)

Outro rival: Indianapolis Colts


  • Alexandre Porva

    #GOPATS

  • Letty

    Esperamos adicionar mais um Super Bowl pra coleção hahah