Houve muita reclamação da parte do Denver Broncos e Carolina Panthers quanto ao gramado do estádio Levi’s, palco do Super Bowl 50. Não que fosse muita novidade, pois a qualidade da grama na casa do San Francisco 49ers foi um problema durante a maior parte da temporada.

VEJA TAMBÉM: Royals arrumam problema com os vizinhos de Kansas ao consolar Panthers

Isso ficou evidente em um muitas jogadas durante a partida. Jogadores reclamaram que não dava para fincar direito os pés no gramado, Cam Newton perdendo o equilíbrio sozinho em alguns lances e Von Miller precisou trocar as travas durante o Super Bowl. O auge aconteceu numa patinada que chegou a ser cômica do atleta de linha ofensiva Michael Oher.

Como se fosse em uma partida de hóquei no gelo, Oher deslizou com o seu patins imaginário por alguns metros. Bizarro, tendo em conta que ele estava com uma chuteira normal de travas e em um gramado que não é artificial (o que torna mais difícil para derrapar).

Esse não foi o único problema estrutural do estádio Levi’s. Depois da partida, os jogadores tiveram que participar da coletiva de imprensa bem próximos, o que ocasionou uma situação bem desagradável envolvendo Newton e um defensor dos Broncos.

Um estádio de Super Bowl e que custou cerca de US$ 2 bilhões para ser construído não deveria ter um problema tão primário como a qualidade do gramado. Além disso, é a céu aberto e em clima favorável. Que a NFL pelo menos dê algum puxão de orelha decente quanto a isso e evite esse mesmo cenários nas próximas decisões.