Desde que entrou como comissário da NFL, em 2007, Roger Goodell ajudou a impulsionar o melhor futebol americano do mundo a um patamar financeiro espetacular. Atualmente, nenhuma liga é mais rentável e ele recebeu muita grana nos seus nove anos como chefão máximo da bola oval. É tanto dinheiro que deixa na saudade a carreira de Tom Brady.

VEJA TAMBÉM: Goodell estende regra de minorias para aumentar espaço das mulheres na NFL

Nesse período, Goodell recebeu US$ 180,5 milhões, o que dá salário anual com média de US$ 20,5 milhões. Seu dinheiro vem de uma maneira diferente do restante da liga. Como comissário, recebe de todos os 32 todos de time da liga e a maior parte dessa grana veio através de bônus. Ótima saúde financeira da liga resulta em mais verdinhas no bolso dele.

O mais novo salário de Goodell que foi divulgado para mídia é de 2014, quando ele ganhou a bagatela de US$ 34,1 milhões. Com o contínuo lucro da NFL, não é nenhum absurdo presumir que o comissário recebeu ainda mais no ano passado.

Apenas os irmãos Manning ficam na frente de Goodell quando o assunto é lucro na história da NFL. Peyton é unanimidade com US$ 248 milhões no bolso, enquanto Eli soma US$ 187 milhões.

A expectativa é que o comissário continue no cargo por mais algum tempo, e com a eminência de aposentadoria do atual campeão do Super Bowl, alguém que nunca atuou profissionalmente poderá se tornar a personalidade mais rica do futebol americano.