André Rienzo joga pelo Winston-Salem Dash, da Minor League

A MLB anunciou nesta quinta-feira a suspensão da promessa do Chicago White Sox, André Rienzo, de 50 partidas por uso de substâncias ilegais. De acordo com a franquia, o exame antidoping do arremessador brasileiro deu positivo para o esteroide anabólico Stanozolol.

Em comunicado oficial, Rienzo afirmou que foi notificado da punição, mas fez questão de deixar claro que não agiu de má fé ao utilizar a substância proibida. “Infelizmente, usei um suplemento alimentar que comprei no Brasil, acreditando não ter problemas. Agora ficou claro que o suplemento estava contaminado”, diz o brasileiro.

LEIA TAMBÉM:
– Ubiratan Leal: Desconstruindo Yu Darvish
Crawford pode desfalcar Boston por três meses

“Entendo que sou responsável pelo o que coloco em meu corpo e portanto, aceito a suspensão de 50 jogos. Estou ansioso para voltar ao esporte que amo e agradeço o apoio que o Chicago White Sox tem me dado durante todo esse processo”, completa.

O diretor de desenvolvimento dos White Sox, Buddy Bell, revelou que o clube soube da punição duas semanas atrás e que Rienzo e seu representante, Paul Kiner, iam apelar da punição, mas acabaram voltando atrás porque o histórico de penas revertidas é muito pequeno.

Para Bell, o brasileiro será uma pessoa melhor depois da suspensão. “Infelizmente, esses garotos aprendem a lição de diferentes formas. Conhecendo André como eu conheço, ele vai melhorar depois disso. De qualquer forma, ele já é um grande garoto. Experiências assim ajudam você a amadurecer mais”, diz.

Aos 23 anos, André Rienzo está atuando pelo Winston-Salem Dash, equipe da Minor League. O brasileiro fazia uma grande temporada até aqui, com três vitórias em três partidas, 25 entradas arremessadas, cedendo 17 rebatidas, três corridas e nenhum home run, com um ERA de 1,08.